Terror Em Waverly Hills Sanitarium -2º parte

  • Iniciar tópico richard...2
  • Data de início
Status
Não esta aberto para novas mensagens.

richard...2

Convidado
link parte 1

http://forum.the-west.com.br/showthread.php?t=41779

CONTINUAÇÂO:

Tom Ashe – Túnel dos Mortos


8:03 pm “O Túnel dos Mortos é um local muito famoso e muito assombrado também, ele foi construído inicialmente para que os empregados do hospital pudessem entrar e sair sem passarem pela portaria bem como transportar suprimentos para dentro, esse túnel vai do hospital até o trilho de trem que passa por perto. Quando muitas pessoas começaram a morrer e o túnel foi utilizado para transportar os corpos diretamente para os trilhos assim não baixavam a moral dos pacientes. Eu estou sentindo vibrações péssimas aqui, milhares de corpos passaram por esse túnel, eu posso sentir um tipo de fúria dos espíritos que viram seus corpos sendo empilhados para transporte, posso ver algumas pessoas gritando e chorando, médicos e enfermeiras continuam aqui trabalhando como se ainda estivessem vivos. Eu vou mediar um pouco e orar por eles.”

2:20 am “Depois de muita meditação pude me conectar com um espírito de uma mulher que morreu de tuberculose durante uma cirurgia mal sucedida. Ela não sabe que esta morta e não pode entender, me disse que esta esperando seu filho vir, eu disse que talvez ele não viesse, ela então se descontrolou, seu rosto perdeu a forma e tentou me atacar fisicamente, mas desapareceu logo após me chamar de mentiroso, eu não consegui trazer-la de volta.”

4:09 am “Eu estava dormindo, alguém me acordou tocando no meu ombro e me chamou pelo nome, quando olhei havia centenas de espíritos a minha volta, estavam me xingando, outros me mandando ir embora dizendo que era mais seguro, alguns sussurravam aos meus ouvidos tentando me controlar de alguma maneira, eu me concentrei e os afastei pelo método da meditação, alguns ainda estão aqui tentando me controlar ou possuir.”

5:35 am “Não estou mais agüentando, não me sinto seguro, meu corpo esta muito cansado e não consigo concentrar, alguns espíritos me dizem que eu nunca vou sair daqui vivo e que eu deveria me matar para evitar a dor que eles vão me causar. Vou sair do prédio o quanto antes.”

5:42 “Minha lanterna se apagou, a luz do meu relógio esta muito fraca e não consigo encontrar a saída, o túnel é por baixo da terra e não tem iluminação nenhuma, não estou enxergando por onde ando e de tempo em tempo algo me empurra violentamente e me faz girar e perder a direção para onde estava indo, não sinto tanto medo desde minha infância.”

Horário desconhecido: “Não sei que horas podem ser a luz do meu relógio não funciona, estou no escuro e perdido, não sei por quanto tempo estou andando, com sorte os outros estão vindo me procurar. Tem alguma coisa me empurrando, estão tentando me machucar.” (A voz de Tom fica longe do gravador, somente se escuta gritos e sussurros por um tempo, a voz de Tom ainda esta longe mas ele esta gritando e chorando). “MEU DEUS ME AJUDA, ENVIE-ME BONS ESPÍRITOS PARA ME GUIAR E ME AJUDAR DURANTE ESSA JORNADA. PROTEJA-ME DAQUELES QUE PROFANAM SEU NOME, GUIE-ME PELO CAMINHO DA LUZ E NÃO ME DEIXE PERDER NA ESCURIDÃO.” (Segundos depois a voz de Tom novamente se aproxima do gravador). “Esta tudo claro, espíritos de luz então me mostrando o caminho da saída, me cercaram e isso mantém as sombras longe de mim estou correndo o mais rápido que posso. Graças a Deus estou fora do túnel, posso ver a saída do prédio, minha jornada terminou, estou preocupado com meus amigos quem são muito inexperientes mas não vou atrás deles por agora.”

Spencer Jackson e Charlie Stanley – Quarto Andar



8:34pm Spencer: “Eu, Spencer e Charlie estamos no quarto andar do prédio, onde foram reportadas varias aparições de todas as épocas, Charlie sentiu uma energia muito negativa em um dos quartos e vamos ficar por aqui por um tempo tentando fazer contato com espíritos.”

“Charlie esta em transe já faz uns 40 minutos e não responde aos meus chamados, ele esta com o olho revirado e sussurrando algumas palavras mas eu não entendo o que ele diz.”

Spencer: “Criança? Charlie você ta me escutando? Charlie? Você esta vendo uma criança? Você pode me dar a descrição dessa criança? Pergunte quem é ela e por que esta aqui. Charlie esta apontando para a porta, mas não vejo nada lá, vou sair do quarto e olhar lá fora pois estou escutando barulho de algo quicando no chão, estou vendo uma menina de uns cinco anos aproximadamente brincar com uma bola no corredor, vou tentar me aproximar e conversar com ela. Olá, você pode me dizer seu nome? (alguns segundos depois Spencer grita, e pelo barulho, seu corpo e o gravador caíram no chão).”

2:44am Charlie: “Eu encontrei o Spencer desmaiado no chão do corredor e o gravador junto a ele, pelo que escutei no gravador ele encontrou um espírito de uma menina. Ele não é médium e não esta preparado para ver o que certos espíritos tem pra mostrar, a energia aqui é muito maligna, muitos espíritos ruins vivem aqui e nunca se sabe o que pode encontrar. Vou ficar com Charlie aqui até ele acordar.”

4:09am Charlie: “O Spencer acordou minutos atrás, disse que ouviu uma voz o chamando pelo nome e afirma que foi Billie, estamos escutando alguns barulhos do quinto andar onde Billie esta. Spencer me disse que se assustou com a aparência da criança ela não tinha olhos e orelhas e perguntou se ele estava aqui para curar ela. Espíritos podem tomar a forma que querem, por isso temos que estar preparados para ver coisas horrendas. Por alguma razão as coisas nos últimos minutos tem ficado muito agressiva, estamos cercados por sombras, as portas e janelas estão abrindo e fechando, alguma coisa empurrou Spencer que esta aterrorizado. Nós vamos tentar prosseguir para uma área diferente nesse andar.”

4:32am Spencer: “As coisas estão um pouco mais calmas, nós estamos em um quarto grande onde Charlie diz que funcionava uma sala de cirurgia nos tempos da epidemia de tuberculose, esta será a ultima sala que vamos visitar, depois disso vamos embora.”

Charlie: “Eu estou vendo um jovem na mesa de cirurgia, estão operando o rapaz, ele esta aberto do tórax até o abdômen, seus braços e pernas estão amarradas à mesa ele esta gritando e tem muito sangue saindo da boca dele. Me parece que ele esta anestesiado, mas levemente, o sedativo não é muito forte. (Charlie começa a chorar) Ele esta sofrendo muito, posso sentir sua dor ele esta pedindo pra morrer, o médico esta removendo suas costelas, pela energia do médico e enfermeiras, eles estão muito angustiados. Sinto uma repulsa imensa, os espíritos que assombram esse hospital o querem destruir, estão revoltados por tudo que foi feito com eles. Um dos enfermeiros esta nos observando, ele me diz que sabe que esta morto mas se diverte vendo os espíritos sofrerem e disse que íamos nos juntar a eles em breve se eu fizer alguma tentativa de ajudar algum espírito a sair dali.”

5:20 am Charlie: “Vamos sair do prédio, acho que já tivemos provas suficientes de que este lugar é assombrado e nos sugaram toda a energia, preciso comer e descansar. Ainda vejo sombras andando e alguns espíritos. O espírito de um velho esta na porta de saída para as escadas, acho que não quer nos deixar sair, ele esta batendo a cabeça na porta repetidamente e esta sangrando. Vou me aproximar e abrir a porta. Spencer diz não ver ou escutar nada.” (Escuta-se um urro e Spencer no fundo acudindo o amigo, o ruído durou por alguns minutos).

Spencer: “Me parece que o Charlie foi atacado por um espírito, ele esta acordado mas disse que se sente muito franco e precisa descansar um pouco, a porta de saída para as escadas esta trancada, aparentemente não há chave, tentei arrombar mas a porta é de ferro e muito resistente, estamos sem refugio por agora.”

“O espírito que me atacou é de um senhor que morreu aqui um pouco antes do asilo ser fechado. Eu perguntei por que ele esta aqui e me disse que matou muita gente e que o prenderam aqui. Ele sugou um pouco da minha energia, mas consegui me livrar antes de um dano maior ser feito.

5:59 am Spencer: “Escutamos o Billie nos chamando e dizendo para ir embora, a porta da escada se abriu e já estamos no térreo, e entrada do prédio esta a minha frente, aparentemente somos os primeiros a sair. Fico imaginando onde o Billie esta porque se ele abriu a porta e nos chamou ele deveria estar aqui.”
 
Status
Não esta aberto para novas mensagens.